Milei chega a Santa Catarina

direitaonline



O presidente da Argentina, Javier Milei, chegou a Balneário Camboriú (SC) na noite de sábado (6) para participar da conferência conservadora Cpac. Milei foi calorosamente recebido no hotel pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), com um abraço (assista mais abaixo). Também marcaram presença o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), e outros políticos conservadores.

Após a recepção, todos assistiram ao final da partida em que o Brasil foi eliminado pelo Uruguai na Copa América. Bolsonaro terá um encontro privado com Milei neste domingo (7), após o encerramento da Cpac. O governador de Santa Catarina, Jorginho Mello (PL), também deve se reunir com o presidente argentino.

Neste domingo (7), Milei fará o discurso de encerramento da conferência, onde dividirá o palco com Bolsonaro. É esperado que ambos critiquem o presidente Lula (PT), com quem Milei evitou se encontrar durante esta visita ao Brasil. Além disso, Milei optou por não comparecer a um encontro do Mercosul no Paraguai. Pela manhã, o argentino terá reuniões com empresários catarinenses e com o governador do estado, Jorginho Mello (PL).

 

A conferência contará ainda com a presença de importantes figuras da direita latino-americana e europeia. Do Chile, José Antônio Kast, que perdeu para o esquerdista Gabriel Boric no segundo turno da eleição presidencial de 2021 e é considerado favorito para o pleito do próximo ano, também estará presente. O ministro da Justiça de El Salvador, Gustavo Funes, é outro convidado cujo discurso é bastante aguardado, devido à sua política de linha-dura contra o crime, com encarceramento em massa de criminosos, que se tornou referência em segurança pública.

Estão previstas ainda as participações de representantes de partidos europeus, como o português Chega! e o Grupo de Conservadores e Reformistas do Parlamento Europeu, fortalecendo os laços entre as vertentes conservadoras internacionais.

Gostou? Compartilhe!
Next Post

Traficante condenado pela morte de Tim Lopes é solto

O traficante Elizeu Felício de Souza, conhecido como Zeu, foi libertado na quinta-feira (4) e deixou o Complexo de Gericinó, na zona oeste do Rio de Janeiro, após 13 anos e 7 meses de detenção pela morte do jornalista Tim Lopes, ocorrida em 2002. Zeu recebeu um alvará de soltura […]