Duas pessoas morrem em tentativa de assalto na Linha Amarela, no Rio

direitaonline



Duas pessoas foram mortas a tiros em uma tentativa de assalto na Saída 6 da Linha Amarela, em Higienópolis, Zona Norte do Rio de Janeiro, na manhã desta terça-feira (18). As vítimas são Deborah Vilas Boas da Silva, de 27 anos, e José Carlos Miranda, de 64 anos. Um dos criminosos também foi baleado.

Eles foram atingidos quando PMs tentavam impedir o roubo de uma moto, onde estava um casal de amigos. Segundo o casal, foram rendidos por pelo menos quatro bandidos em um CRV. Um dos ladrões portava um fuzil.

Policiais do 22º BPM (Maré) flagraram o assalto e reagiram, resultando em um confronto. Os ocupantes da moto saíram ilesos, mas disparos atingiram Deborah, que estava em um ponto de ônibus, e José Carlos, que estava em um ônibus da linha 315 (Recreio-Central). A janela traseira do coletivo foi destruída. Deborah havia recentemente comemorado os 7 meses de sua filha.

Um dos assaltantes, Alexsandro de Andrade Venâncio, de 24 anos, foi baleado e internado sob custódia. Ele já tinha antecedentes por tráfico de drogas. Os outros três criminosos conseguiram fugir. O casal que estava na moto foi registrar a ocorrência na 21ª DP (Bonsucesso).

 

Mãe de recém-nascido
Deborah foi atingida por um disparo enquanto esperava em um ponto de ônibus nas proximidades. A bala acertou a nuca da vítima, que morreu ainda no local, segundo o Corpo de Bombeiros. A equipe de reportagem da Globo flagrou uma triste cena do marido de Deborah comovido e sendo consolado ao saber da morte de sua esposa. Clique AQUI para ver.

Deborah deixou, além do marido, uma filha de 7 meses. Nas redes sociais, ela costumava publicar sobre o desenvolvimento da bebê. No dia 13 de maio, quando a criança completou 6 meses, a mãe chegou a escrever: “Quando dizem que o tempo voa, acredite!! Peço todos os dias para que o tempo ande bem devagarinho para que a mamãe e o papai possam curtir muito essa fase de descobertas”.

A vítima era engenheira de produção, formada em 2022 pela Universidade Candido Mendes, no Rio de Janeiro.
Já a segunda vítima, José Carlos da Silva Miranda, estava dentro de um ônibus quando foi baleado. A mochila da vítima foi recolhida pelos policiais com manchas de sangue. (Foto: reprodução das redes sociais; Fontes: G1; CNN)

Gostou? Compartilhe!
Next Post

Moraes multa plataforma X (Twitter) em R$ 700 mil

Por não cumprir a ordem de bloqueio e remoção imediata de publicações, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes multou a empresa X (antiga Twitter), de Elon Musk, em R$ 700 mil nesta terça-feira (18/6). A empresa tem cinco dias para pagar a multa e remover a […]